Principais linhas de crédito para comprar máquinas agrícolas

FavoriteAtualizandoFavoritar

O crédito pode ser um grande aliado do produtor rural na hora de iniciar, modernizar ou expandir os seus negócios.

Existe uma série de modalidades de financiamentos, empréstimos, letras de câmbios, consórcios, entre outros tipos de linhas de crédito à disposição dos agricultores que desejam comprar máquinas agrícolas ou imóveis e terrenos, por exemplo.

Porém, também é verdade que muitas pessoas ficam confusas ao se depararem com uma “sopa de letrinhas” nos contratos, acham a burocracia complicada demais e nem sabem por onde começar a procurar.

Esse texto vai ajudar você a entender melhor quais são as principais linhas de crédito rural para adquirir máquinas e implementos agrícolas.

POR QUE INVESTIR NO SETOR AGRÍCOLA?

Em 2019, o agronegócio representou 21% do PIB brasileiro. Não é à toa que há interesse em fomentar este importante setor da economia nacional.

Também é verdade que estamos enfrentando tempos turbulentos em 2020, mas a agropecuária não pode parar.

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) é o maior financiador de investimentos do segmento no país e só no ano agrícola 2019/2020, já disponibilizou um orçamento que chega a R$ 23 bilhões. Por isso, neste texto vamos focar nas principais modalidades oferecidas por esse banco.

As linhas de crédito oferecidas por instituições públicas e privadas podem ajudar tanto produtores individuais quanto cooperativas e associações.

Uma série de fatores são analisados na hora da contratação, tais como a capacidade de produção do agropecuarista, as condições de pagamento e até a viabilidade econômica do produto que ele comercializa.

Veja também:
Conheça as principais máquinas agrícolas e suas funções

PRINCIPAIS  LINHAS DE CRÉDITOS PARA INVESTIR EM MAQUINÁRIO AGRÍCOLA

MODERFROTA

Pode financiar: Tratores, colheitadeiras, plataformas de corte, pulverizadores, plantadeiras, semeadoras e equipamentos para preparo, secagem e beneficiamento, inclusive máquinas seminovas.

MODERINFRA

Pode financiar: Sistemas de irrigação e investimentos voltados para proteção de cultivos, incluindo aquisição, implantação e recuperação de equipamentos e instalações.

PRONAF MAIS ALIMENTOS

Pode financiar: Implantação, ampliação ou modernização da estrutura de produção, beneficiamento, industrialização e de serviços.

INOVAGRO

Pode financiar: Incorporação de inovações tecnológicas nas propriedades rurais, incluindo máquinas de agricultura de precisão.

FINAME BK

Pode financiar: Aquisição e comercialização de máquinas, equipamentos, sistemas industriais, bens de informática e automação, ônibus, caminhões e aeronaves executivas.

PRONAMP

Pode financiar: Aquisição ou reforma de máquinas, tratores, embarcações, veículos, colheitadeiras e etc, bem como aquisição de acessórios ou peças de reposição.

Vale lembrar que as taxas de juros, bem como o prazo de pagamento depende de cada linha de crédito.

CONSÓRCIO

Além dos financiamentos concedidos pelos bancos, existem os consórcios, em que você pode ingressar em um grupo de produtores que compartilham do mesmo objetivo que o seu. Uma vez definido o valor do crédito e o prazo do pagamento, alguns integrantes do consórcio serão sorteados e poderão receber as máquinas, por exemplo, antes de terminar de pagar.

Pode custear: Compra de animais, caminhões, maquinários, implementos agrícolas, imóvel rural ou capital de giro.

AS VANTAGENS DO CRÉDITO AGRÍCOLA

Modalidades específicas para cada atividade

Você pode analisar o que mais se encaixa no seu perfil de empreendedor e fazer ótimos negócios ao escolher uma linha de crédito apropriada para as suas necessidades.

Taxas de juros menores que o praticado em empréstimos regulares

Como já falamos, é interesse dos bancos estatais e privados investirem num setor que é muito lucrativo. Isso se reflete em taxas reduzidas. Não deixe a burocracia assustar e impedir você de conseguir juros mais baixos.

Pagamento em prazos mais acessíveis

Os prazos para pagamento podem passar de 10 anos, alguns com carência de dois anos, em média. Bastante tempo para se organizar e pagar sem aperto.

CONCLUSÃO

Ainda que o crédito seja uma ótima ferramenta estratégica para o agricultor, é importante avaliar seus custos e rendimentos com muita atenção para não se enfiar em uma situação de endividamento.

Sempre observe a taxa de juros, principalmente o Custo Efetivo Total (CET), pois uma pequena variação neste fator faz muita diferença, especialmente dependendo do prazo.

Faça muitas simulações antes de contratar e, com o dinheiro em mãos, não descuide do controle financeiro do seu negócio.

E se você está à procura de maquinário para investir em sua propriedade rural ou busca levantar recursos, veja as ofertas disponíveis para todo o Brasil em nosso site Classificados do Agro. Temos também uma categoria especialmente dedicada ao crédito rural!

E caso você tenha uma máquina agrícola ou implemento à venda, não deixe de anunciar gratuitamente em nosso site.

 

Ah! Se você gostou deste artigo, não deixe de comentar e compartilhar este artigo com um(a) amigo(a)!:-)

183 total de visualizações, 1 hoje

Deixe um comentário

Você precisa estar logadopara postar um comentário.

Amigos do Facebook

Carregando...